Manual para cair na estrada no fim do ano

Manual para cair na estrada no fim do ano

O merecido descanso de fim de ano está chegando, época em que a família e os amigos se reúnem para viagens de Natal e Ano Novo. No entanto, sabemos que esse período é conturbado, com muito trânsito e maior risco de acidentes nas rodovias. Por isso, trouxemos dez dicas para curtir o caminho sem preocupações. Veja abaixo nosso manual para cair na estrada no fim do ano:

 Revisão no carro

A primeira dica é fundamental: faça uma revisão completa no carro antes de viajar. Confira os pneus, óleo, água e detalhes que fazem a diferença durante horas de viagem. Segurança vem em primeiro lugar!

Manter a documentação em dia

Cheque se a documentação do carro está em dia e se sua carteira de motorista está no prazo de validade. Além disso, não se esqueça dos documentos das crianças e animais de estimação.

Evitar horários de pico

Pegar a estrada após às 18h em uma sexta-feira pré-feriado pode ser uma grande enrascada, afinal, a maioria dos motoristas fará o mesmo. Opte por horários de tráfego menos intenso para fugir de engarrafamentos.

Prestar atenção na estrada

Preste atenção às placas e sinalizações na estrada e respeite os limites de velocidade mínimo e máximo. A atenção salva vidas!

Pesquisar o caminho antes de sair

Sempre pesquise o caminho que vai seguir no GPS com antecedência, para saber quais/quantos são os radares, tempo de chegada e condições da via – se há atraso devido a obras, engarrafamentos ou outros motivos.

Acomodar crianças e pets

Providencie as cadeirinhas adequadas às crianças, de acordo com sua faixa etária, e use sempre o cinto de segurança. E, se o animal de estimação for junto, lembre-se dos equipamentos necessários, como cinto, cadeiras ou caixas de transporte.

Revezar a direção

Se a viagem for longa, é importante revezar a direção com outro motorista para seguir viagem com atenção plena. Se for viajar sozinho, deixe as janelas abertas e coloque uma música animada para não pegar no sono.

Dormir bem

Esta dica é fundamental para uma viagem sem transtornos. Tenha uma boa noite de sono para estar descansado(a) e manter atenção total na estrada.

Levar lanchinhos e água

Viajar no fim do ano traz alguns desafios como tráfego intenso e horas de trânsito lento, portanto, nem sempre é possível fazer uma parada para comer alguma coisa. Para se prevenir, prepare alguns lanchinhos e água para os momentos de espera na rodovia.

Dirigir com cuidado

O último item do manual, mas não menos importante. Evite fazer ultrapassagens arriscadas e respeite os passageiros e demais usuários da via para manter a segurança. Cuidado nunca é demais!

Leia Mais

Conheça alguns dos serviços prestados pela Dynatest através dos folders inovados

Em julho de 2019 completamos 31 anos de atuação no mercado brasileiro. Fundada em 1988, a Dynatest Engenharia Ltda. é pioneira no país na utilização de equipamentos e softwares de última geração, além de ser reconhecida pela participação em grandes projetos, oferecendo serviços de alta qualidade e equipe técnica altamente capacitada.

A empresa oferece sua expertise no planejamento, projeto, desenvolvimento, implementação e gerenciamento de programas nas áreas aeroviária, rodoviária, ferroviária, portuária e viária urbana.

A Dynatest é agente exclusiva da Dynatest Internacional, empresa presente em todo o mundo e com matrizes na Dinamarca e Estados Unidos. No Brasil, possui sede em São Paulo e filiais no Rio de Janeiro e Brasília.

Para entender melhor sobre alguns dos serviços realizados, softwares e tecnologia desenvolvidos ao longo de três décadas de atuação da Dynatest, clique aqui.

Institucional

– Folder institucional

Serviços

– Concessões

– Estudos e Projetos

– Gerenciamento de Empreendimentos

Softwares

– Elmod

– MSManager

– Sistema de Gerenciamento dos Pavimentos (SGP)

Tecnologia

– Falling Weight Deflectometer (FWD)

– Grip Tester

– Light Weight Deflectometer (LWD)

– Mobile Mapping System (MMS)

– Pavement Scanner

– Pêndulo Britânico e Mancha de Areia

– Perfilômetro Laser (RSP)

Leia Mais

Cinco rotas para uma viagem de carro inesquecível pelo Brasil

Além de atuar como uma das principais empresas responsáveis por gerenciar e supervisionar obras de pavimentação em cada canto do Brasil, a Dynatest é, sobretudo, uma grande apreciadora das estradas e rotas terrestres. Por isso, o DynaBlog traz hoje cinco opções de roteiros ideais para uma viagem de carro, com duas características em comum: belas paisagens e trajetos em que a própria estrada é uma atração turística.

Rota das Emoções

(Parque Estadual dos Lençóis Maranhenses. Foto: Destinos Imperdíveis)

A Rota das Emoções compreende três estados brasileiros: Maranhão, Ceará e Piauí. O percurso, que pode ser feito em um período de dez ou quinze dias, inclui dezenas de opções de paradas e atrativos, dentre os quais destacam-se Jericoacoara, Barra Grande, as ilhas do Delta do Parnaíba – o único delta em mar aberto das Américas –, São Luís – maior acervo de casarões coloniais do Brasil – e os Lençóis Maranhenses.

A rota foi criada em 2005 pelo Sebrae, empresários e governos locais para estimular o turismo da região. Hoje, inclui 14 municípios em seus quase 500 quilômetros de extensão. Para o percurso, alugar um carro é recomendado. Passageiros podem usufruir de uma estrada inaugurada em janeiro deste ano, que facilita o trajeto entre os Lençóis Maranhenses e a praia de Jericoacoara. O novo trecho pavimentado, que liga os municípios de Barreirinhas e Paulino Neves, encurta em 400 quilômetros o trajeto entre o Maranhão e os outros dois estados da Rota.

Estrada Real

(Glaura, vilarejo na rota da Estrada Real. Foto: Creative Commons/Wikimedia Commons)

Com uma extensão de 1.630 quilômetros, a Estrada Real é uma viagem pela História do Brasil, passando por 163 cidades de Minas Gerais, oito do Rio de Janeiro e oito de São Paulo. O projeto foi inaugurado em 2001 pelo Instituto Estrada Real, uma entidade civil e sem fins lucrativos criada para valorizar o patrimônio histórico-cultural e estimular a revitalização das rotas coloniais, surgidas no século XVII para transportar ouro e diamantes.

O trajeto pode ser percorrido por quatro caminhos principais:

– Caminho Velho (Estrada Velha): primeira via aberta oficialmente pela Coroa para tráfego entre o litoral fluminense e a região mineradora;

– Caminho Novo: liga o Rio de Janeiro a Ouro Preto, passando por Petrópolis, Juiz de Fora e Barbacena;

– Caminho dos Diamantes: liga Ouro Preto a Diamantina;

– Caminho do Sabarabuçu: liga Catas Altas (Minas Gerais) a Glaura, um distrito de Ouro Preto.

Linha Verde

(Praia do Forte, Bahia. Foto: Projeto Tamar)

Composta por uma grande extensão do litoral norte da Bahia, a Linha Verde abrange 12 praias: Guarajuba, Itacimirim, Praia do Forte, Jacuípe, Costa do Sauípe, Sítio do Conde, Costa Azul, Praia do Diogo, Arembepe, Jauá e Mangue Seco. A rota turística é também conhecida como Estrada do Coco e começa na divisa de Salvador com Lauro de Freitas, seguindo até a divisa da Bahia com Sergipe. O grande atrativo da região é a diversidade das praias, entre as quais se destaca a Praia do Forte, que abriga os projetos Tamar e Baleia Jubarte.

Estrada da Graciosa

(Portal de entrada da Estrada da Graciosa. Foto: Marcos Guerra)

Esse é o apelido da rodovia PR-410, estrada estadual com 40 quilômetros de extensão que liga Quatro Barras, em Curitiba, à Baía de Antonina. A rodovia foi inaugurada em 1873 e servia como rota de escoamento da produção de café, erva-mate e madeira do Paraná aos portos de Paranaguá e Antonina. Durante esse percurso, é possível atravessar o trecho mais preservado de Mata Atlântica do Brasil, além de desfrutar de sete recantos com estruturas de lazer. A região foi reconhecida pela Unesco com o título de Reserva da Biosfera da Mata Atlântica, em 1992.

Transpantaneira

(Transpantaneira. Foto: Bernard Dupont)

Uma das grandes atrações turísticas do Centro-Oeste brasileiro é uma estrada de 165 quilômetros de extensão entre os estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. A viagem é feita pela MT-060, rodovia estadual popularmente conhecida como Transpantaneira, que passa à margem do Rio Cuiabá. No caminho, é comum observar diversas espécies da fauna local, como jacarés, cobras, garças, entre outros. Por essa razão, a rota é indicada a quem quer explorar a biodiversidade desse bioma, e também para quem gosta de aventuras: recomenda-se um 4×4 para atravessar a estrada de terra batida e as mais de cem pontes de madeira sobre pântanos.

Leia Mais